Widget Image
Secretarias
18/08/2017
HomeCulturaTécnicos do Iphan vistoriam novamente obras de restauro da Igreja Matriz

Técnicos do Iphan vistoriam novamente obras de restauro da Igreja Matriz

A Igreja Matriz Nossa Senhora Candelária de Itu recebeu, na manhã da última quinta-feira (04/12), mais uma visita de técnicos do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) que estão acompanhando as obras de restauro do local.

O IPHAN tem acompanhado com muito interesse o trabalho do conservador-restaurador Julio Moraes que, junto com sua equipe, está recuperando pinturas do século XVIII, a cor original do altar-mór, que durante décadas ficaram escondidas por camadas de tinta.

A equipe de Julio Moraes Conservação e Restauro conta com notória especialização na área, reconhecida várias vezes pelos órgãos oficiais de patrimônio. Foi responsável pela primeira etapa de restauro da Igreja Matriz, em 2002, em que se restaurou o forro e descobriu a existência das pinturas nas paredes da capela-mór. Realizou centenas de ações de preservação, conservação e restauro por contratação do Iphan e Condephaat.

O restaurador Huides Souza Cunha, designado pela superintendência do Iphan – 9ª SR para supervisão do projeto, tem participado das reuniões com a equipe técnica e, desta vez, esteve acompanhado do também arquiteto do Iphan Mauro Bondi.

Estão passando por restauro as pinturas, imagens e obras de arte que compreendem os elementos artísticos do altar-mór, capela-mór, arco do cruzeiro, altar de Nossa Senhora do Rosário, altar de São Miguel, capela do Divino Espírito Santo, capela de Nossa Senhora das Dores, capela de São Francisco, capela de Nossa Senhora da Boa Morte e capela de Nossa Senhora de Lourdes. Os recursos são provenientes da Lei de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet, e estão sendo aportados pela Prefeitura de Itu e pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A Igreja Matriz Nossa Senhora Candelária está inscrita nos livros de tombo do Iphan e do Condephaat e o restauro tem aprovação no Ministério da Cultura – Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) nº 1012592, proposto pela Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Museu a Céu Aberto – Cultura, Ecologia e Desenvolvimento e autorização do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo).

A visita foi acompanhada pelo Padre Francisco Carlos, pároco da Igreja Matriz, pela secretária municipal de Cultura de Itu, Allie Marie Queiroz, pelo vice-presidente do Museu a Céu Aberto, Luiz César Corazza e pelo historiador Luiz Roberto de Francisco, presidente do Instituto Cultural de Itu.

Texto e foto: Renata Guarnieri/Prefeitura de Itu