Widget Image
Secretarias
27/06/2017
HomeGovernoGuilherme Gazzola é eleito presidente do Conselho de Desenvolvimento da RMS

Guilherme Gazzola é eleito presidente do Conselho de Desenvolvimento da RMS

Durante reunião realizada em Sorocaba, na manhã desta quarta-feira (03/05), o prefeito de Itu, Guilherme Gazzola, foi eleito por aclamação o presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). Ao lado do chefe do Executivo ituano, o prefeito de Piedade, José Tadeu de Resende atuará como vice-presidente do Conselho que tem o mandato de um ano.

O subsecretário de Assuntos Metropolitanos do Estado de São Paulo, Edmur Mesquita, ressaltou o fato de se ter estabelecido um consenso absoluto em torno dos nomes do presidente e do vice do Conselho. Comentou que a expectativa, enquanto representante do Estado, é muito significativa e que prioridades, metas e diretrizes serão traçadas para nortear a ação dos envolvidos que buscam o desenvolvimento harmônico da RMS, considerada uma das mais importante de São Paulo.

A eleição de Guilherme Gazzola a prefeito de Itu foi mencionada pelo deputado estadual Campos Machado que a definiu como “a vitória da dignidade de quem quer mudar as coisas”. E argumentou que acredita na gestão que ele fará frente ao Conselho. Segundo o deputado, é fundamental que a RMS cresça para que, dessa forma, todos os municípios também se desenvolvam. “Essa é a responsabilidade do Conselho”, analisou.

A união entre os prefeitos foi destacada pela deputada estadual Maria Lúcia Amary, no sentido de construir uma região mais forte. Falou sobre as diferentes vocações das cidades da RMS e na importância do pensar coletivo a fim de discutir questões e encontrar soluções conjuntas.

Também participaram da reunião o deputado estadual Carlos Cezar, o assessor executivo da Casa Civil do Governo do Estado, Jesse James Latance, a prefeita interina de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, a representante da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S/A (Emplasa), Ana Lúcia Rodrigues Carvalho, entre outras autoridades civis e militares. A próxima reunião do Conselho está prevista para o dia 5 de junho, no município de Itu.

RMS

A Região Metropolitana de Sorocaba é composta por 27 municípios e conta com mais de 2 milhões de habitantes, representando 4,6% da população estadual. A RMS gera cerca de 4,25% do PIB (Produto Interno Bruto) paulista. Está estrategicamente situada entre duas importantes regiões metropolitanas do País – São Paulo e Curitiba -, além de manter limite territorial e processo de conurbação com a Região Metropolitana de Campinas.

Destaca-se, em âmbito nacional, por intensa e diversificada atividade econômica, caracterizada por produção industrial altamente desenvolvida, com predominância dos setores metal-mecânico, eletroeletrônico, têxtil e agronegócio (cana-de-açúcar).

Doze de seus municípios estão localizados no eixo das Rodovias Castello Branco e/ou Raposo Tavares, com economias baseadas em atividades industriais. Destes, seis apresentam especial relevância na economia paulista: Sorocaba, Itu, Itapetininga, Salto, Cerquilho e Votorantim. É a maior produtora agrícola entre as regiões metropolitanas do Estado de São Paulo, com elevada diversidade. Tem papel relevante na produção estadual de minérios, como cimento, calcário, rocha ornamental, pedra brita e argila, entre outros.