Widget Image
Secretarias
23/08/2017
HomeGestões AnterioresDengue: Prefeitura realiza ciclo de palestras de orientação e prevenção

Dengue: Prefeitura realiza ciclo de palestras de orientação e prevenção

Para formar multiplicadores na prevenção e combate à dengue, Prefeitura promove palestras neste mês

A Prefeitura de Itu, por meio das Secretarias da Saúde e de Educação, anunciou nesta semana, mais uma ação estratégica para a prevenção e combate à dengue no município. Nos próximos dias 17 e 19, no auditório do Centro de Formação dos Professores, acontecem palestras ministradas pelo agente fiscal sanitário que atua na área de processamento de dados do serviço de Controle de Vetores da Secretaria Municipal da Saúde e também integra o Núcleo de Educação Permanente e Humanização (Neph), Claussios Celsius Cardoso.

Participam dessas palestras servidores públicos municipais; conselheiros municipais; integrantes da Associação Pró-Desenvolvimento do Turismo da Estância Turística de Itu (Protur), do Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Itu (Ituprev) e do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Itu (Sismi); e alunos das unidades de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

“O objetivo é que essas pessoas se tornem multiplicadores nos seus ambientes familiares, de lazer e trabalho em relação à prevenção e combate à dengue”, afirma o prefeito Antonio Tuíze. A secretária municipal de Educação, Marilda Cortijo, ressalta que o tema “dengue” está inserido no cotidiano do ensino municipal em Itu. “As educadoras envolvidas nessas ações também utilizarão as informações adquiridas nesses encontros para intensificar o trabalho junto aos alunos de suas respectivas unidades escolares”, comenta Marilda.

De janeiro deste ano até o momento Itu registrou 32 casos autóctones de dengue e 26 casos importados da doença. O secretário municipal da Saúde, Manoel Monteiro, enfatiza que Itu está geograficamente próxima a outras cidades que apresentam quantidade elevada de casos, o que pode contribuir para o aumento do número de casos da doença em nossa cidade.

“Pedimos a colaboração de nossa população na eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Sabemos que 85% desses criadouros são encontrados em residências. Também pedimos que, ao apresentar os sintomas de dengue, o munícipe procure por um serviço de saúde imediatamente. A união entre o Poder Público e a população é imprescindível nessa luta”, declara Monteiro.

Medidas

Mesmo com um trabalho contínuo de combate à dengue, desenvolvido em Itu independente de registro de casos da doença na cidade ou em municípios vizinhos, recentemente, a Secretaria Municipal da Saúde adotou algumas medidas que visam intensificar as ações realizadas. Desde esta semana, Unidades Básicas de Saúde (Postos de Saúde) promovem ações educativas como parte da conscientização sobre prevenção à dengue.

Essas ações educativas são realizadas pelos profissionais das unidades, devidamente treinados para essa finalidade no último mês de dezembro, com a utilização de kit (composto por banner, ciclo evolutivo do mosquito Aedes aegypti e folheto informativo sobre criadouros do mosquito e sintomas da doença). Ao todo são três kits que percorrem as unidades conforme programação.

Outra medida é a implantação, na primeira quinzena de março, de cinco salas de hidratação (importante procedimento no tratamento da dengue), distribuídas em pontos estratégicos da cidade, que funcionarão conforme a necessidade. Houve ainda o anúncio da realização, também a partir da primeira quinzena de março, nas dependências do Pronto Atendimento Municipal (PAM), localizado na Vila Martins, do exame de hemograma para auxiliar no diagnóstico de dengue.

Texto: Angélica Estrada e Fábio Navarro/Prefeitura de Itu
Foto: Angélica Estrada/Prefeitura de Itu

(06/03/2015)